sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Barbacena - 224 anos

 Nesta data do aniversário da nossa terra é interessante lembrar, de modo geral, a luta do povo barbacenense para alcançar o atual estado de progresso que conseguimos.
Começamos com a Vila de Barbacena, criada em 1791. Através dessa vila conseguimos uma importância política de expressão.
Sempre elegemos Deputados Federais que tiveram participação ativa e exclusiva em todos os grandes movimentos e nos esforços políticos do progresso do país.
A independência nacional ocorreu, mas o príncipe D. Pedro II recebeu manifesto da Câmara Municipal da nossa cidade, como outras cidades mineiras, em favor da autonomia do Brasil. Depois Barbacena elege um representante na Assembleia Constituinte e finalmente participa do parlamento, através de seus representantes sempre com posição de destaque.

Em 1842, Barbacena é sede do movimento revolucionário dos liberais e vai ter reflexos na construção da história do Brasil. E graças a esses movimentos, em que os mineiros se levantaram contra o autoritarismo do governo, representado pelos Ministros. O Imperador, Dom Pedro II percebeu a necessidade de implantar o regime do Parlamentarismo no país, em 1847, reflexos do desenvolvimento nacional.
Mais tarde Barbacena torna-se o centro decisivo da revolução de 1930, tendo ainda participado de outros movimentos nacionais.
Nessa hora precisamos relembrar esse passado e perceber que Barbacena destaca-se nas atividades do País. O município também soube manifestar-se economicamente, sendo centro comercial de expressão, entre Ouro Preto e Rio de Janeiro, e depois entre o Rio de Janeiro e Belo Horizonte.
Essa trajetória demonstra força econômica e política e revela de fato que Barbacena é a cidade do progresso, conhecida também como terra das rosas. Nesse dia os barbacenenses devem relembrar toda essa história, fazer uma reflexão do nosso passado, para nos preparamos para os progressos em desenvolvimento do futuro.
Parabéns à nossa querida Barbacena!

Um comentário:

Wilson Araujo disse...

Caro Deputado, nós, Auditores Fiscais da Receita Federal, agradecemos seu apoio à PEC 102 / 2015 e aplaudimos a sua compreensão sobre a nossa posição ímpar entre as carreiras de Estado.